Musica

Descrição

escrevo coisas vindo do coração, de ouvir sobre a vida dos que tem para contar. São memórias de vida e anseios do futuro, sou um ser inquieto, uma alma procurando resposta que não sei se as terei, mas a busca continua.

Convite

tradutor

Seguidores

Liberte-me




Você descontente

Eu infeliz

o mesmo dia de outros dias

Que preferia esquecer

Ir embora

Bater a porta

Não olhar para trás

Sem a chantagem costumeira

Mas se seguir meu coração

Serei só pecado

O que adiantou tantos anos

Se tudo foi um engano

E nada restou

Liberte-me, bem sabes

Que tens a chave dessa prisão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Convido-os a postarem seu comentário, obrigada