Musica

Descrição

escrevo coisas vindo do coração, de ouvir sobre a vida dos que tem para contar. São memórias de vida e anseios do futuro, sou um ser inquieto, uma alma procurando resposta que não sei se as terei, mas a busca continua.

Convite

tradutor

Seguidores

Um até breve


Um sábado, uma tarde.

Duas pessoas em um refúgio perto do céu.

 Corpos que se entregam em uma sensação de volta ao lar.

 “Um vinho maravilhoso, uma impressão de¨ de nouveau

Olhos que se olhos, frenesi.

Palavras são ditas

Não há culpa nem pecado

Uma certeza de chega de esperar o que não virá

O momento é o que vale

Insensatez? Talvez

Mas ser sensato não é sinônimo de felicidades

Não há promessas

Só sentimentos, experimentados,

Momentos, únicos, nada existe neste momento, só nós                                      

Final do dia,  com os corpos cansados

Hora de ir,  um até breve, quem sabe....

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Convido-os a postarem seu comentário, obrigada