Musica

Descrição

escrevo coisas vindo do coração, de ouvir sobre a vida dos que tem para contar. São memórias de vida e anseios do futuro, sou um ser inquieto, uma alma procurando resposta que não sei se as terei, mas a busca continua.

Convite

tradutor

Seguidores

Queria


Não sofrer, viver, sobreviver.

Tudo é tão surreal

Queria te ver, sentir teu corpo.

Mas ao mesmo tempo  não quero

Existe uma briga interna meus dois eu estão em conflitos

Exponho-me mas não quero impor minha presença

Não sei o que fazer

Ao meu redor paira um silêncio aterrorizante

Falta ar, não sei se devo sair ou ficar.

Queria que já fosse outro dia

Que certas palavras nunca tivessem sido ditas

Tarde demais, foram, e agora.

Prometi a mim mesma exercitar meu silêncio

Mais uma vez não cumpri a promessa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Convido-os a postarem seu comentário, obrigada